visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

segunda-feira, junho 30, 2008

a comovente alegria do r.e.o. speedwagon

a cada ronco do motor, click ... click in black.


r.e.o. speedwagon é uma banda de 1970 formada, no princípio, por neal doughty, teclado; gary richrath, guitarra; gregg philbin, baixo e terry luttrel, a voz, de 1970 a 1971.
o nome da banda foi emprestado do motor poderoso utilizado em um caminhão que roda veloz pelas roads dos eua.
tudo começou quando eles eram encaminhados pelo produtor irving azoff para abrirem shows, e ralaram muito pra chegar onde mereciam.

os vocalistas da banda, ouça, luttrel, kevin cronin e michael murphy, representam a maior parte das mudanças acontecidas com o r.e.o.
alan grazler, perguntado sobre a saída de luttrel da r.e.o, respondeu: terry apenas caminhou para fora em um campo de milho, e nunca voltou.
em 1971 kevin cronin se juntou à banda para gravar r.e.o two, saiu em 1973, retornando em 1976 para a produção do famoso álbum da vaca, r.e.o que, com aquela belezinha de keep pushin puxando a fila das oito faixas, conseguiu alegrar um pouco minha vidinha.


antes, com o álbum ridin' the storm out, de 1974, o sucesso dá as caras pra banda.

apesar da beleza musical, até ali, só cheguei ao paraiso em 1978, com aquele álbum de capa esquisita, um peixe engolindo alguma coisa à imagem de um imã gigante, imediatamente identificada como diapasão, o you can tune a piano, but you can't tuna fish.
roll with the changes ocupa a faixa # um, portanto, foi o primeiro som a saltar pela boca do peixe e, não por isso, ela bateu em meu coração, meu corpo inteiro tremeu e eu me entreguei.
como recompensa, o r.e.o foi contemplado com uma infinidade de noites de sono tranqüilo nas quais, por certo, não sonhou com rios abarrotados de salmão.

antes de seguir em frente, preciso realçar uma particularidade que envolve, sem dizer sobre as capas, os títulos dos álbuns do r.e.o speedwagon. you can tune a piano, but you can't tuna fish é o mesmo que dizer, vc pode usar um diapasão num piano, mas não num salmão ... ou esta, earth, a small man, his dog and a chickenterra, o álbum de 1990, que traduz, um homem pequeno, seu cão e uma galinha.
adoro tais desaforos do rock!!!

serei repetitiva, não ouso negar.
o r.e.o. é dono desta canção,
roll with the changes, composta por kevin cronin, uma das mais alegres, cantáveis e dançantes do rock, se não a mais alegre, cantável e dançante do rock. ela já se prestou a montar bons rituais in my life ... preciso voltar a praticá-los.
mais uma que foi feita pra mim. como eles conseguem acertar?!?!?!?

roll with the changes, outro lugar, outra época

roll with the changes, outro lugar, outra época

roll with the changes, outro lugar, outra época

roll with the changes, outro lugar, outra época

assim que o peixe e o piano se entenderam sobre o destino do diapasão, começou a era dos discos platinados e seu auge foi o espetacular
hi-infidelity, de 1980 cujo estoque ficou zerado com a distribuição de sete milhões de cópias vendidas, somente nos eua.
tal numerário arremessou-o ao topo da lista na billboard, com os singles keep on loving you - esta, executada pra sempre nas rádios do ramo - e mais, take it on the run, don't let him go e in your letter.

da formação inicial,
apenas o tecladista neal doughty permanece. além dele kevin cronin, voz e guitarra; dave amato, guitarra; bruce hall, baixo e bryan hitt, bateria, amigos pra sempre.

o rock'n roll perfeito, seja progressivo, hard rock ou, simplesmente, classic rock deve ter orgulho de quem, passados quase 40 anos, ainda fabrica canções para serem escutadas em vitrolas e rádios pelo mundo afora - poucas rádios, no entanto, nos permitem esse prazer. o que os velhos e alegres motores do r.e.o speedwagon tinham pra provar, já o fizeram, faz tempo, com muito trabalho. o mais recente álbum da banda de ânimo mais eletrizante do rock é, afinal, uma recompensa feliz por termos mantido, intacta, nossa condição de fãs.

a tanta alegria, tanta criatividade, tanta voz, tanta guitarra, tanto piano, tanta bateria não é dado o direito de quebrar encantamento.







inegável alegria ...





2 comentários:

Helio Jenné disse...

Oi Regina, tem um convite pra você no post http://dos5aos50.blogspot.com/2008/06/meme-oito-coisas.html
Se me der a honra de participar, ficarei feliz. Beijo!

Luiz Lailo disse...

Estou numa correria só. Me desculpe.
Passei aqui só pra ver você. Aliás eu sempre passo aqui, só que, às vezes, calado.

Um beijão

 
Template by Mara*
requeri/2010