visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

quarta-feira, novembro 12, 2008

as falsas autorias antipáticas e irresponsáveis

elas surgem de não sei onde e a irritação que provocam, as publicações de textos andarilhos de falsa autoria perambulando ao longo e ao largo do ambiente virtual, transformaram-me numa pentelha temática.
temática, antes que perguntem ... porque??? ... o tema da pentelhação resume-se nisto: bater sempre de frente com um texto andarilho, que perambula pela internet, com autoria duvidosa.

exemplo: o texto "tipo assim", contido no livro homônimo escrito por kledir ramil e lançado em 2003 pela rbs publicações, foi atribuído irresponsavelmente e com alterações, a luiz fernando veríssimo.
ao ler a primeira frase do falso texto percebi que não era do veríssimo. eu conhecia aquele jeito de escrever, mas não estava ligando o nome à pessoa. a gooruzada de plantão me ajudou e encontrei o verdadeiro dono, aí me toquei ... kledir ramil.

outro exemplo, aquelas babaquices que narram sobre mulheres, peludas, peladas atribuídas a arnaldo jabor.
outro exemplo, os textos e as frases de auto-ajuda atribuídos a lfveríssimo.

dia desses senti que precisava litigar em favor da questão adormecida - há tempos não lia nada - ativar a pentelhação temática, porque um texto novo - pra mim, novo - veio pulular diante dos meus olhos tendo como peça principal, o nome de arnaldo jabor.
coincidente ou não, em 7 de novembro, sexta-feira última, pela cbn, jabor desabafou ...
ouçam, aqui.
no rebloggando mantenho 4 links que direcionam para o arnaldo jabor autêntico. um deles, o da rádio cbn, traz o autor, seu texto e sua voz, em alto e bom som.

joelmir beting, luiz fernando veríssimo, kledir ramil, chico buarque de hollanda, carlos drummond de andrade ... são alguns dos que alvoroçam os praticantes da divulgação dos textos de autoria falsa.
as falsidades mais comuns são: textos de uns, alterados ou não, em nome de outros ou textos de ilustres quem??? atribuídos a um ou alguns deles.

em princípio, recomendo a quem queira postar textos de algum escritor, não faça uso daqueles que chegam via e-mail ou que estejam espalhados sem eira nem beira.
busquem vocês mesmos, no google - o gooru supremo - de acordo com tema ou autor de sua preferência, em sites/blogs dos próprios autores ou em colunas de veículos pros quais eles escrevem.
caso queiram publicar algum recebido a esmo, para comprovar a autoria, insira na barra do google nome do autor e título do texto. caso, no resultado da busca, ambos não apareçam como parte do mesmo assunto, texto e autor, pode esquecer.

minha sugestão é que sejam utilizados nas postagens, links dos próprios sítios mantidos pelos autores, ou daqueles que hospedam seus textos.
coloquem o link original do texto no código que possibilite a abertura de uma página à parte, este seria o procedimento ideal ...
carlos drummond de andrade, o mesmo do mesmo drummond, mais do mesmo drummond, vinicius de moraes ...

7 comentários:

mara* disse...

Eu tenho por hábito, assim que recebo algum texto, que considero duvidoso, procurar saber de quem realmente é. São tantos absurdos...

'Navegue, descubra tesouros, mas não os tire do fundo do mar, o lugar deles e lá. Admire a lua, sonhe com ela, mas não queira trazê-la para a Terra...'Este texto é atribuído a Fernando Pessoa, como sou louca varrida pelo Fernandinho, desconfiei...o texto é de Silvana Duboc.

A falsa despedida de Gabriel García Márquez: 'Se, por um instante, Deus se esquecesse de que sou uma marionete de trapo e me presenteasse com um pedaço de vida, possivelmente não diria tudo o que penso, mas, certamente, pensaria tudo o que digo....'
O texto circulou na Internet e em alguns jornais como 'O Globo' que classificou o texto como emocionante e inesquecível. Na verdade o famoso poema 'La Marioneta' foi escrito por um ventríloquo (não lembro o nome) que trabalha ou tabalhava no México, para o seu boneco. O ventríloquo, na época, ficou puto da vida por não receber o crédito e Gabriel Garcia Marquez aliviado, com certeza.

Existe uma poesia que é lida de frente para trás e de trás para frente é considerada como sendo da Clarice Lispector, outra linda que amo. Graças aos bons deuses, não é de CLarice, no momento não lembro, e nem é relevante, o nome do autor.

E por aí vai minha cara, sem contar também com as drogas de pedidos de ajuda para criancinhas de todas as idades e tamanhos, com câncer em tudo quanto é lugar.

Outro dia recebi da minha querida cunhada, uma foto em que ela, toda empolgada, dizia ser de Elvis, Jimmy Hendrix, Jane Joplin e mais uns outros famosos, quando adolescentes. De queixo caído constatei um Jimmy Hendrix branco, branquíssimo...

Sem contar com uma apresentação de PPS sobre uma águia de 40 anos que voa no alto da montanha e se mutila toda, arrancando penas e unhas e que é apresentada como exemplo de superação. Uma mensagem com traços de auto-ajuda, mas que não passa de lenda, fantasia, fruto da imaginação fértil de algum criador de parábolas exemplares. A auto destruição não é uma situação normal em homens ou em animais, e sinceramente, de jeito nenhum pode ser tomada como símbolo de renovação. É verdade que algumas águias vivem cerca de quarenta anos, é verdade que depois de certa idade elas não mais conseguem segurar as presas nem voar com a mesma desenvoltura. No entanto, esse processo de auto-mutilação para o prolongamento da vida não existe. A auto-mutilação em animais ocorre em casos de doença e em situações de estresse principalmente quando mantidos em cativeiro.

Um grande beijo.

mara* disse...

Esta é a porcaria que é para ser lido de cima pra baixo e de baixo pra cima, antigo nas listas de e-mail que rolam pela internet. Ordinário que é, inicialmente foi divulgado sem autoria, depois algum engraçadinho atribuiu à Clarice Lispector.

Não te amo mais
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis
Tenho certeza que
Nada foi em vão
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada
Não poderia dizer mais que
Alimento um grande amor
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
Eu te amo!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...

mara* disse...

A crônica 'Encerrando Ciclos', primeiramente foi atribuída a Fernandinho, depois disseram que era do mago literário de quinta categoria Paulo Coelho. A verdade é que o texto é de uma colombiana e o espertão do Paulão apenas fez a tradução e teve a cara de pau de assinar como se a crônica fosse dele,nada demais para aqueles que o conhecem e sabem que é um plagiador. Ele se deu mal, foi desmascarado.

mara* disse...

Este é o absurdo texto da pobre da águia. Mas por favor, não vá querer também arrancar os dentes, as unhas, escalpelar-se; um botox para puxar e repuxar já basta para rejuvenescer.

A águia é a ave que possui a maior longevidade. Chega a viver 70 anos. Mas, para chegar a essa idade, aos 40 anos, ela tem que tomar uma séria e difícil decisão. Nesta idade ela está com as unhas compridas e flexíveis, não conseguindo mais agarrar as suas presas das quais se alimenta, o bico alongado e pontiagudo se curva apontando contra o peito, estão as asas envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas, e voar torna-se tão difícil! Ela só tem duas alternativas: morrer ou enfrentar um doloroso processo de renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar. Após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico na rocha até conseguir arrancá-lo. Espera nascer um novo bico, com o qual depois vai arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E só após cinco meses sai para o famoso vôo de renovação e para viver então mais 30 anos.

Regina Bolico disse...

Oi Re!
Depois de ler o teu texto e todos esses exemplos dados pela Mara, vou tomar muito cuidado com aquilo que leio. Lembro de um texto que li há alguns anos atrás no Zero Hora, cheguei a guardá-lo por uns tempos, e que era atribuído a Jorge Luis Borges. Não me parecia algo escrito pelo grande argentino, mas como não conhecia a obra dele com profundidade... Você tem razão, devemos pesquisar mais, saber mais do autor em fontes confiáveis.
m Um abraço.

bloguedomonstro disse...

Espero que não fique brava, mas fiz uma imagem de 120x60 com base na img do seu blog.

Coloquei-a em:
http://img404.imageshack.us/img404/1852/pontinhaviradammgy13qa2.gif

Veja como ficou no meu blog. E pode usar essa img se quiser.

Se quiser que eu volte como estava, então me avise.

Forte abraço, Monstro.

Anônimo disse...

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel

 
Template by Mara*
requeri/2010