visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

terça-feira, novembro 25, 2008

a bluegrass band de big daddy e outros festejos

click ... click na cor mais escura.

preambulando

música é o único mais incrível acontecimento, que a humanidade poderia ter presenciado. ela, além de tudo, conta a estória.
meus textos sobre música encerram uma única condição: música é a minha paixão.
música é paixão que eu comparo ao exemplo histórico, mozart e salieri. o roteiro de peter shaffer do filme de milos forman, amadeus, pode conter exageros que eu atribuo à licença poética mas é, sem dúvida, o retrato de mozart. a habilidade técnica de ambos é inegável, salieri talvez seja superior, mas o impacto causado pela música de mozart deve-se à sua paixão e ao seu prazer pela vida.
escrevo sobre música, com paixão.

dito aquilo, vamos ao que interessa. esta publicação e suas canções têm endereço certo, zé, o gajo de belo sorriso e barba macia que, por razões não tão gorduchas, é um big daddy.

uma bluegrass se caracteriza pelo uso de instrumentos acústicos: banjo, violão, guitarra acústica, violino e mandolim e é típica do sul dos usa. o kentucky é o estado do bluegrass.
é o formato mais autêntico da música popular e tradicional americana, com raízes na música negra das farms, no jazz, no blues e na traditional music britânica.
os instrumentos se revezam, solam a melodia e se acompanham uns aos outros ... e a
platéia participa.


por outro lado, ouvir steve mcmurry, de olhos cerrados, me reporta à visão bucólica de uma american pie esfriando no beiral de uma janela aberta, lá pelas bandas da carolina do norte, é como estar em férias com a família buscapé, é sentir-me atravessar pelas cenas do
oh brother, where are you?, um irmãos cohen de 2000 ou, ainda, estar plantada, extasiada, diante da habilidade do garoto do deliverance, um john boorman, de 1972.

puro, simples, perfeito, otimista, melódico com o respaldo de um sólido e competente trabalho instrumental, conseguido através da nata da música folk dos usa, a bluegrass de steve mcmurry reflete o som das montanhas e põe a ferver, alegremente, nossos corações e nossos cérebros, tal qual vapor fluindo de um caldeirão em ebulição, que borbulha sobre o fogo alimentado pela instrumentação virtuosa, resplandecente, única e original. um vínculo coeso, prazeiroso, brilhante e encantador das múltiplas variações instrumentais de uma super banda que partilha da mesma visão musical e que pode ser tudo, menos normal ... eu diria que eles são, naturalmente loucos.
é música pra escutar, sentado, num daqueles bancos balançantes, à noite, na varanda da casa de uma típica american farm, sem direito a desviar os olhos do céu.

steve "big daddy" mcmurry (
acoustic syndicate/2007) - mandolin, violão acústico, guitarra, vocal
larry keel - guitarra, vocal
curtis "dr dobro" burch - dobro, vocal
jenny keel e mais de jenny keel- baixo, violino, vocal
billy constable (
sassagrass) - banjo, vocal

a big daddy bluegrass band é um projeto liderado por steve mcmurry, lider e fundador da acoustic syndicate.

steve mcmurry é o comandante desta troupe musical, a força motriz por trás do folk/blues/jazz/bluegrass da carolina do norte.

senta que lá vem estória:

steven joseph "big daddy" mcmurry, nasceu filho de joseph e beverly, na
boone da carolina do norte, aos 6 dias do agosto de 1965, e encontrou 3 irmãos - 2 meninos e uma menina - que o aguardavam sorridentes.
à música, steve passou a se dedicar depois de experimentar variadas atividades profissionais. porém, aquilo do que ele gosta, além da música, e que pratica, paralelo, ao longo de sua vida, até hoje, é ser fazendeiro.
ele e seu tio fitz cuidam de 100 hectares plantados com trigo, soja, centeio e legumes.
a música entrou em sua vida quando, aos 12 anos, ele e seus primos, fitz e bryon mcmurry, ganharam instrumentos musicais como presente de natal: a ele coube uma rabeca, a fitz um banjo e a bryon uma guitarra.
foi o início da
acoustic syndicate-aqui, em 21/11/2008 que, em 1993, nasceu pra valer ...

bryon mcmurry - vocal, banjo
fitz mcmurry - vocals, percussion
roger padgett - guitar
jay sanders - baixo
gaines post - flute

o apelido big daddy foi dado por larry keel, guitarrista e a outra voz da big daddy bluegrass, e ninguém sabe como, onde ou porque, nem o próprio steve.
o resto, como dizem, é estória.

mera curiosidade:
aqui ou aqui, o the grey eagle e o mountain times, respectivamente, divulgam os calendários dos festivais internos, do que resta deste 2008, nos quais se apresenta a maioria das bluegrass e mais uma boa quantidade de músicos maravilhosos, independentes.

o destaque, na caixinha da big daddy bluegrass band, pra onde subi o disco gravado nos estúdios mcmurry, em 2002, fica pra
roll on, columbia, roll on, a # 4, composição emblemática de woody guthrie, cuja vida o cinema mostra em bound for glory, um hal ashby, de 1976.
com ela a minha sugestão de cantar junto ... se entregar na exploração dos nã-nã-nãs e lá-lá-lás na segunda, terceira, quarta voz, quinta voz ... bem caipira, até explodir.
tentem!!!




a canção, roll on, columbia, roll on, foi escrita em 1941 junto com outras 25 canções, pois, woody guthrie precisava de dinheiro e os costrutores - bonneville dam - de 11 usinas hidrelétricas ao longo do columbia river (oregon, washington, idaho, montana, nevada, wyoming e utah), queriam alardear, através de muita música, o quanto as usinas beneficiariam fazendas e indústrias.
era o
new deal do governo do presidente roosevelt.

apesar de todos os benefícios, aquele projeto alterou, para sempre, a vida do rio.

a partir disto, roll on, columbia, roll on tornou-se, em 1987, um hino americano para o
estado de washington, devido à sua ação persuasiva e de grande apelo popular.

as imagens saíram daqui, daqui e daqui.

9 comentários:

ZuZa disse...

Oi Requeri! só hOje fui Ler seu comentáriO no meu diHitt - fiquei um mês afastada, mas tÔ de vOLta agOra - e queria agradecer por vc ter posto um Link dO meu SertraLinks aqui no seu bLog. É cLaro que coLocarei hoje mesmO um Link do seu bLOg Lá, não só em agradecimento, mas pq seu bLOg é reaLmente muitO bOm; gOstei muitO :)
Um abraçO e tudO de bOm

ZuZa

Dread disse...

O link do seu amigo secreto é fácil de encontrar.

Caciano Kuffel-www.xgoogle.com.br

tem um hífen separando um nome de um link.

www.xgoogle.com.br

Abraço

Dogman disse...

Não acredito! Já estava com saudade da minha amiga Regina que não apareceu mais no meu blog e chego aqui, vejo esse post e dou de cara com uma exímia conhecedora de música. Encontrei minha cara-metade! Passei por outros posts e percebi que o Re...bloggando tem uma blogueira talentosíssima no que diz respeito à área musical. Parabéns RE! Adorável o seu blog!

Luciana disse...

Oi, Re, como sempre, a música é o show da sua vida. E que encanto encantar-se junto contigo nos melodiosos caminhos dos acoredes musicais. Adorei o post! Você manja muito! Mandou muito bem! Bj!

chicoelho disse...

Olá Re
Gosto muito de musica tambem e aqui tem bôas dicas.
Obrigado pela visita.

Bjs

Darcy Mendes disse...

Oi Requeri

Passei para avisar que corrigi o problema do link que você não conseguiu ler. Estava acontecendo só com o Internet Explorer(ele vive me derrubando).
Aproveito para dar os parabéns pelo excelente blog. Vou linkar no Papocicuta que também tem tudo a ver com música e cultura. Eu vivo a música todo dia e principalmente quando estou diante de um aluno.
Não há nada mais gratificante do que ver um ex-aluno executando seu instrumento com perfeição.
Abraços!!!

Darcy Mendes disse...

Esqueci de comentar sobre esse o post.
Só pela lembrança o Duelo de Banjos já valeu a leitura.

Parabéns!

victor disse...

Olá amiga
Estarei visitando a "Casa Viva" é deslunbrante mesmo. Estou com o roteiro das fazendas históricas de Valença, elas são abertas a visitação. Em breve estarei publicando um série sobre elas. Desculpe se não apareço, pois estou muito ocupado subindo a serra dos Mascates quase todos os dias por conta do projeto. Um beijão

victor disse...

Oi Rê
Adorei poder te chamar assim é mais íntimo. hehehehe. E me parece mais forte, sinto sua personalidade desse jeito. um Bj

 
Template by Mara*
requeri/2010