visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

quinta-feira, novembro 13, 2008

rare earth

click ... click no vermelhudo.

canso de dizer ... não sei por qual razão rockeiro é alucinado por capa de disco. não raro temos que opinar, ouvir ou ler alguma matéria, algum texto sobre belas ou não tão belas capas do rock, sem contar a fixação particular de cada um ... uma febre!!!
a banda que sobe agora ao palco para rebloggar no rebloggando detém muitos comentários por conta de suas
capas super, ultra psicodélicas consideradas de mal gosto por alguns mas que eu acho incríveis.

a rare earth, som, competência e simpatia, começou sua estória na década de 60 sob uma característica diferente, um
baterista cantor, e sob um ineditismo tri simpático ... a primeira banda, inteiramente branca, a maior delas, que canta e toca do jeito daquelas bandas negras fenomenais da motown e, uma das raras branquelas que a gravadora aceitou em seu staff repleto de temptations, marthas & vandelas e four tops.

irresistível!!! eu não conseguiria citar a motown, sem dizer um pouco da estória da maior gravadora dos usa, dedicada aos músicos negros e geniais.
a gravadora que, em dezembro de 2009 completará 50 anos, todos eles trabalhando com a cantoria de negros geniais, grandiosa, foi criada para abrigar os músicos negros vítimas do racismo.
saiu da alma criadora de berry gordy jr, na detroit do estado de michigan, e foi nomeada sob a referência reduzida, motwon, pois, a cidade que a abriga é conhecida como "motor town", por conta das montadoras de carro vistas por lá.
o som da motown é único, vibrante, característico do soul e pelo aproveitamento de instrumentos do rhythm & blues, do canto dinâmico - canta, responde - roubado da música gospel mas, principalmente, porque contém a intensidade das orquestras, dos instrumentos de sopro, das harmonias cuidadosamente bem feitas e dos grupos femininos ... os girls groups da martha e suas vandelas, das supremes ...

voltando, a rare earth é mais uma preferida lá de casa e foi originalmente criada como the sunliners que fazia dançarem mocinhas e mocinhos nos bailes do início dos 60. esta tarefa levou a banda ao guiness, como a que detém o maior repertório dançante já conhecido - 5000 canções!!! é mole?!?!?!
o sucesso alcançado entre os 60 e 70 levou a banda a criar, junto com a motown, um selo próprio, o rare earth records, para servir as bandas que não tinham o formato soul exigido pela motown.

o início de tudo é simples, à medida que o rock é simples, à medida que banda tem muita gente e à medida que a rare earth parece ter muito mais gente que qualquer banda ...
deram duro por 7 anos, tocando em clubes, embalando namorados e namoricos e foram considerados a melhor banda de bailes de detroit, a motor town.
um dia gil bridges tocando sax e cantando, juntou-se a pete rivera o baterista cantor e, ambos, a ray monette, guitarra e voz, a john persh, baixo, tombone e vocal, a mark olson, teclados e a eddie guzman na percussão, mudaram o nome da banda pra rare earth, cairam no mundo e nos braços da motown.
o sucesso estourou com
get ready, também gravada pelos temptations, que foi o primeiro passo para os outros hits ... i just want to celebrate, hey big brother, i'm losing you ...
quando norman whitfield assumiu a produção da rare earth, ela tornou-se uma referência de psychedelic soul, ou seja, a fusão do soul, do psicodélico e do funk rock, com faixas longas - como
i'm losing you - part 1, i'm losing you - part 2, pesadas carregadas de groove, o swing, a levada ...
conhecer a rare earth é um privilégio musical dos mais verdadeiros, que eu transmito com o maior prazer e a certeza de estar enriquecendo a vida de todos, com o som atualíssimo de uma das bandas mais inteiras, mais harmônicas e exuberantes. na caixinha, as 5 canções do álbum ma, o mais perfeito. ouçam!!!






3 comentários:

bloguedomonstro disse...

Uma bela capa é como uma bela mulher!
O conteúdo pode ser desapontador, mas ao homem, cuja natureza de abelha operária o faz procurar as flores mais belas, faz servidão.
A paixão vem ,então, com a grata surpresa ao depararmo-nos com uma bela alma!
Estamos a falar da alma dos discos... ou não?!

A seu exemplo, pendurei seu banner no meu "brogue".

Forte abraço, Monstro

bloguedomonstro disse...

Vou lá buscar o banner... depois te conto!
Lí todos os comentários... comentários, para mim, são como prêmios e trato-os com carinho!
Chato sou eu! O Raul era chato, drogado, cheio de defeitos, humano..., admirável músico tocado pelas mão de Deus nos quesitos, espontaneidade e talento... (também lí outros comentários em seu blog e não concordei com alguns leitores seus... assunto para outra hora).

Ah! Sou músico profissional (além de funcionário público da educação) e fiz bailes, shows e festas por 15 anos de minha vida numa Banda chamada Sky Light. Gostei de Punk Rock na minha adolescência, junto com João Gordo (Ratos do Porão e MTV - meu melhor amigo, até hoje). Hoje sou + comportado e sei curtir "de tudo". Escreva sobre Punk Rock, comece por The Clash, Sex Pistols, Sham 69, Rezillos, Ramones, The Decline, Buzzcocks, The Cure, ... é apaixonante!

Monstro (esse apelido foi o João Gordo quem me deu! - há tempos!)

rebloggando-requeri disse...

menino me leia. adoro sex pistols, ramones, bob geldof e a boomtown rats amoooooooooooooooooo ... pq tb odeio segunda-feira rsrsr
sai um pouco do meu rock por causa de um texto que encontrei postado num blog do dihitt que dizia ser do jabor e não é ... dai eu postei mas a criatura nem se tocou que era com ela .... não vou falar direto, não to com saco pra discutir merreca ... demorô pra pegar o banner ...

claro que eu sei que vc leu os meus coments no seu blog .... perguntei se vc leu os do dihitt..... lá tem eu de baciada ... rsrsrs .....

 
Template by Mara*
requeri/2010