visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

segunda-feira, junho 08, 2009

no escurinho do cinema ...

digamos que ir ao cinema, seja uma ação envolta em privilégios ... está ficando mais difícil, a cada dia, fazer com que esta frase/convite simples, corriqueira, vamos ao cinema??? seja proferida por mais e mais pessoas ou, ainda, que o clamor dos filmes seja ouvido pelas mesmas ou por outras mais e mais pessoas.

2009 não está sob céu de brigadeiro no que tange a cinema.
cannes 2009 me deixou intrigada, confusa e cheia de expectativa, para a mostra internacional de são paulo em outubro/novembro, já que até aqui não aconteceu nada.

lá em cannes teve almodóvar, com los abrazos rotos, e teve michael haneke, daquele instigante e paralizante caché de 2005. este ano ele levou la palme d'or por the white ribbon - filme que trata do fanatismo diante do facismo indecente ou diante de qualquer outra categoria de bobeira coletiva - ou individual - todo rodado em preto e branco. outrossim não descarto - eu - nenhum dos outros filmes que receberam, ou não, alguma premiação ou que não estão sendo mencionados aqui no blogg.
quero, preciso de cinema e até aqui, há muitos meses, está sendo um parto da montanha satisfazer a qualquer mínima exigência, antes, tão facilmente satisfeita. o que me salva é o dvd player, um bem conservado aparelho de video cassete, alguns dvd movies e algumas fitas que eu esqueço de rebobinar ou, vez por outra, algum filme pescado da tv paga.

voltando à passarela rubra de
cannes, achei de bom alvitre estarem lá, os nomes de tarantino e lars von trier


os 3 diretores mexem comigo, deixam meus nervos à flor da pele - aliás, sensação inegociável. tanto reservoir dogs ou pulp fiction, quanto el rojo volver, quanto la mala educacion ou dancer in the dark, - este último conseguiu ultrapassar todos os limites e barreiras protetoras da irritação e da angústia que me permito sentir - tanto uns quanto outros, de soundtracks preciosas, mexem com meus brios e são revistos sempre que surge a tal necessidade de sentir vida. quanto ao antichrist de von trier, precisaria ser olhado devido àquela rejeição em cannes 2009.

por outro lado, estive ansiosa pela obra de spike lee, miracle at st. anna.
dizia, em algum momento, o diretor: "Ele se chama 'Miracle at St Anna' e foi um milagre. Talvez eu mesmo seja um diretor milagroso. Após o sucesso comercial de 'O Plano Perfeito' (2006), pensei que fosse mais fácil concretizar os projetos que tenho em mente. No entanto, a biografia de James Brown e a narrativa dos conflitos raciais em Los Angeles ainda estão na gaveta. Quando cheguei na Itália em julho passado para encontrar meus produtores, Roberto Cicutto e Luigi Musini, tinha apenas um milhão de euros na conta. Mas decidimos que se não fizéssemos o filme até outubro ele seria adiado para sempre: em três meses estávamos prontos e tínhamos os parceiros certos. Se isso não é um milagre, é o quê?"
"... miracle at st. anna é um filme 100% italiano, filmado em locais reais da Toscana, na Cinecittà e depois nos Estados Unidos com uma equipe italiana e ótimos atores, como Pierfrancesco Favino, Valentina Cervi e Luigi Lo Cascio ao lado de John Turturro e um punhado de novos rostos norte-americanos."


apaixonado por filmes sobre a segunda guerra - assim como eu - o diretor de malcolm x inventou miracle at st. anna - de soundtrack espetacular atribuída a terence blanchard. o filme trata dos negros durante aquele pandemônio mundial ... spike lee talk about e os atores falam de miracle at st. anna.

leia ainda sobre o venezia - la mostra 66 e tiff - toronto - os dois, quase sempre em datas entrelaçadas.

música me faz mais feliz. cinema faz manutenção na felicidade.

no escurinho do cinema

2 comentários:

Biluz Artesanato disse...

Olá muito bom seu blog adorei,
Eu trabalho fazendo luminárias Artesanais.
copidei e colei seu banner no meu blog se puder também fazer o mesmo será muito http://biluzartesanato.blogspot.com/ se eu me perder.
Estou te seguindo tbm, rsrsr.
depois passa la um abraço
Biluz Artesanato
Lenilton

Cris Travassos disse...

Rê,

Tenho que confessar que depois do advento do DVD Player e da TV por assinatura, perdi um pouco o tesão de frequentar as salas de cinema.

Como não sou do tipo 'tenho que ser a primeira a ver', fico aguardando a chegada dos filmes nas locadoras.

Claro que perde um pouco a graça, já que os filmes só chegam depois de 3 meses e já estão pra lá de comentados pelos amigos que viram, mas a preguiça fala mais alto.

Beijocas

 
Template by Mara*
requeri/2010