visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

sexta-feira, janeiro 01, 2010

o rugby union, um grande prazer

baixem a barra do google - aqui - e aproveitem a facilidade do tradutor do google, para a leitura dos links. excelente!!!


apenas uma análise amadora sobre o rugby union. leia aqui ... e aqui

   ... belo e dramaticamente movimentado o rugby union é a modalidade esportiva dos apaixonados e animados, aliás, é preciso levar a vida com paixão e animação pra gostar de assistir a uma partida de rugby.
o tamanho dos jogadores, e a força que eles usam pra disputar uma bola oval, dar um chute - sempre pra frente - ou passá-la com as mãos - sempre pra trás - não faz desse, um esporte violento, porém, viril. é aí que entram, paixão e animação ... no melhor dos sentidos ... juro!!!
bem jogado, o rugby proporciona um espetáculo de companheirismo, colaboração, amizade, lealdade, alegria, e por aí vamos nós ... inigualáveis. jogadores se respeitam e, por outro lado, respeitam os árbitros. esta correspondência é fundamental.
diz o ditado francês: o futebol é um esporte de cavalheiros, jogado por animais. o rugby é um esporte de animais jogado por cavalheiros.

saiba mais ...

faz um ano, leia, aconteceu em londres, no twickenham stadium de londres, uma partida histórica entre os barbarians - os baa-baas, em casa - e os all blacks da nova zelândia - meu time de paixão e empolgação.
hoje a espn reprisou. e que fique bem claro, pra minha alegria, o filho do diretor da emissora é apaixonado pelo esporte dos grandões. o ver de novo da partida histórica causou um frisson correspondente ao de 5 de dezembro de 2009, dia em que foi originalmente disputada.


barbarians 25
all blacks 18
escalação, aqui


fazia 36 anos - aqui - que os bárbaros não venciam os blacks da nova zelândia. acredito que os jogadores em campo, em 2009, não haviam nascido quando aconteceu aquela vitória. 
pra vocês terem uma idéia, rever a partida de 2009, corresponde a rever um filme que a gente comprou porque adorou, e resolveu ter pra sempre.
os grandalhões da oceania são assim: ganhando, os caras se divertem em campo, uma alegria só, perdendo eles jogam sério, e transformam a partida num espetáculo esportivo de colaboração, entendimento e amizade, sem precedentes.
os all blacks - uniformes negros - são a seleção da nova zelândia e os barbarians - por onde rola a ovalada, dizem, é uma honra fazer parte desse time - são a seleção do mundo. sem campo próprio o time mantém os melhores jogadores de rugby do planeta ... habana, da áfrica do sul, melhor em campo, é o verdadeiro exemplar dessa afirmativa. o uniforme preto e branco dos barbarians permite que os jogadores usem meiões na cor de seus times de origem ou província. 
sentiu???
uma das belezas do rugby union, está contida na ação do juíz: diante da dúvida, em relação a qualquer lance, ele pede o video referee, ou seja, o juiz do vídeo vê o replay e aponta o que realmente aconteceu.
um try - a maior e mais gratificante pontuação do rugby, 5 pontos, e que é anotado quando o jogador encosta a oval na área de in-goal do adversário - jamais será contestado, diante das evidentes imagens de um video referee, mesmo que a ocorrência tenha sido debaixo de uma pilha de big mans.
sentiu??? mais uma vez???
o jogo, per si, sem a interferência tendenciosa dos palpiteiros de plantão que barganham a incompetência dos jogadores, por uma eventual falha do juiz. no rugby, não existe "juiz ladrão".
a fifa diz que errar é humano, e que a dúvida deve fazer parte do futebol. e a parte boa, cadê?
sentiu??? de novo???

a copa do mundo de rugby - a próxima será em 2011 - só perde, em audiência, para as olimpíadas e para a copa do mundo de futebol. entrevista, em 2007, com um craque em rugby.

como se não bastasse tudo isso, os all blacks proporcionam um espetáculo de dança e vozes antes de cada partida. a haka, uma dança maori de guerra. assista, a haka e a sequência, em 5 de dezembro de 2009.




Nenhum comentário:

 
Template by Mara*
requeri/2010