visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

terça-feira, maio 11, 2010

três barbudos, menos um


a gracinha do título é um jogo de palavras sobre a composição de uma das minhas bandas mais adoradas, o zz top. mas, a gracinha, a frase, não consegue fazer o estrago que deveria sem que eu a explique: o zz top são três caras, dois deles, o baixista - dusty hill - e o guitarrista - billy gibbons - cantam e usam barbas compridas, ruivas e pontudas ... exuberantes!!! o terceiro, o baterista, não canta e não tem barba na cara, mas tem barba no nome ... frank beard.
daí que, três barbudos menos um, foi o máximo que o meu humor conseguiu produzir, diante dessa ironia rockeira.
as barbas de ambos, deixadas crescer desde as férias coletivas da banda, a de 1977, um dia foram cobiçadas pela gillette, que lhes ofereceu uma quantia, quase irrecusável, para que atuassem - extirpadas - como protagonistas de um comercial. os músicos não aceitaram.

desde 1969 - o último ano da melhor das décadas - a banda de rock cadenciado, blueseira e satírica, alegra meus ouvidos.
o zz top, natural do texas - um celeiro musical frutífero - é remanescente das bandas the moving sidewalks - billy gibbons - e american blues - frank beard e dusty hill.
intacta desde sempre, carrega o estandarte de maior sobrevida e gibbons, o guitarrista, foi elogiado por jimi hendrix, como "um dos melhores jovens guitarristas da américa".
de todos, o belo álbum de 1973, tres hombres - referência óbvia - recebeu imediato apoio nativo, foi pras paradas e, pela energia que carrega, atingiu os ouvidos dos estrangeiros de outras plagas, logo em seguida. gibbons e sua guitarra, dão bons motivo pra isso. é uma "bolacha" com o som da época, reabilitante, pura perseguição, admirável - se liga na
la grange, antes que o desagradável youtube, a mande pro espaço.
em 2003, na lista dos melhores álbuns de todos os tempos, a rolling stone magazine concede ao álbum, tres hombres, a vaga 498 das 500 disponíveis.

ao longo dos anos, a força marcante do zz top é o altíssimo padrão para apresentações ao vivo. destreza, originalidade, alegria, cor ... uma atração consistente de mentes musicais produtivas e simbólicas, vindas do momento mais importante da música pop, a melhor das décadas, a de 1960.
é rock barulhento e melódico, de ouvir no ouvido, de ouvir via fone ou enchendo os salões. é sofisticado, urbano, massa, animal.
vida longa ao rock!!!

9 comentários:

Sissym disse...

Eu fui no site deles indicado, muito bom. Re... eu não conhecia o nome do grupo, gostei do que vi e favoritei o site para "aprender" mais. Que bom encontrar, para mim, novidades.
Bjs

Guizo Vermelho disse...

Felizes os que poderão curtir mais um ícone da boa arte popular na vinda a São Paulo.

Felizmente a vitrolinha aqui tem agulha bala para tocar aquela coisa básica toda.

Helio Jenné disse...

Oi Regina, também me amarro nesses caras. Eles fazem um rock básico e de qualidade. Não inventam nada, mas o som deles é muito bom! Long live ZZ Top! Beijo!

Cris Travassos disse...

Rê,

Mais uma que aprendo, as visitas aqui sempre são um banho de cultura musical. Adorei, não conhecia. Vou curtir mais um pouco, há muito nas entrelinhas musical.

Beijocas

Lino Tavares disse...

Querida amiga Cris
Bons fluídos nesse início de inverno, que aí é café pequeno, mas aqui no Sul é assoite.
Confesso que, inicialmente, pensei que um dos barbudos da banda a que te referes fosse o presidente Lula. Afinal, já virou moda, no mundo, ele estar em tudo e em todos os lugares, fingindo que entende daquilo que nunca entendeu.
Muito boa a colocação que deixa nas entrelinhas uma interpretação surpreendente, que faz um inteligente trocadilho entre um nome e uma forma de 'cultivo' capilar. Uma certeza fica: a de que o baterista nunca irá colocar "as barbas de molhor", qualquer que seja o motivo.
A banda, realmente, é uma delícia. Parabéns pelo bom gosto musical.
Um beijo, ou, como preferes dizerer, uma beijoca.
Lino

Jorge Fortunato disse...

Tesoura urgente na barba desses caras...rs
Por que todo roqueiro gosta de barbão? Taí algo a ser descoberto.
Como vc deve saber, querida Rê, eu não sou nada roqueiro, mas curto vir aqui e ler estes posts. Acho que bobearam nãoa ceitando a grana da gilette, barba cresce, ora...
bjks

Berenice disse...

Oi Rê!

Olha, o Blog da Berenice está desativado por tempo indeterminado. Agradeço muito suas visitas e todo seu carinho. Meu email continuará disponível para qualquer contato, fique à vontade. Vou passar sempre por aqui, ver as novidades no meu blog sobre rock preferido!

Beijo grande!
Berenice

Daniela Figueiredo disse...

Eles tiveram aqui na semana passada! Bjos.

Jorge Alberto disse...

Sou fã desses caras há muito tempo. Gostei do post.

Obrigado pela dica.

Abraços.

 
Template by Mara*
requeri/2010