visite outros bloggs requeri: assadeira manga chupada

terça-feira, julho 13, 2010

rock'roll, um mundo de alegria

o rock lamenta a morte de paulo moura. é péssimo. mas o estado de espírito da música é constante ... não pára pra nada.


a frase em latim, in statu quo ante bellum ou estado atual antes da guerra, é a origem do nome da banda, status quo.
sobre o estado em que se encontra a banda das duas guitarras uníssonas, hoje, não há como negar ... é puro e amplamente musical.
pronto!!!
ah!!! aproveitem, completa e calmamente, todos os links.


status quo com.br
status quo ... aqui, um texto interessante


alguns frequentadores do blogg perguntam porque me atenho a dissertar sobre rock de gringo. e os brazucas??? a conversa beira ao tédio pq se não for titãs, paralamas, pato fu, kid abelha, legião e angra fica difícil - porém, confesso, negligencio com estes a favor daqueles.

então, dizia eu, não dá pra satisfazer àquela gente que não entende nada de rock em nome da brasilidade. não é por aí.

tenho não mais que 59 minutos para escrever este texto. pauca sed bona, em latim castiço, uso para prevenir sobre um texto que fala pouco, mas fala bem. é terça-feira, e o trabalho, uma atração permanente, acena tímido, porém, enfático. dias atribulados, esses recentes.


francis rossi é o vocalista chefe da banda inglesa status quo ... de duas guitarras dançantes e cantáveis. rock agitado, eficiente, rock simples e exuberante - quadrinha contraditória, mas verdadeira.
tudo começou com the spectres, em 1962, que virou traffic jam. depois disso, em 1966/1967, a banda passou por uma transição e, de traffic jam, transforma-se em the status quo com, alan lancaster na voz e baixo, roy lynes nos teclados, john coghlan na bateria e francis rossi dividindo com seu amigo rick parfitt, voz e guitarra. ... e eu a conheci.
com os álbuns lançados entre 1969 até meados da década de 1970, a status quo deitou no sucesso. os cabelos cresceram, e os jeans substituiram as roupas coloridas.
ao longo dos anos, entre abandonos e agregados, a verdade é que a status quo é rossi e parfitt.
por conta da forte ligação entre ambos, a status quo segue a vida contando uma estória confiante, calcada naquela amizade. apesar disso, dissolve-se em 1984 mas, em 1985, reune-se para participar do live aid.


live aid ... rockin'all over the world
live aid ... as duas guitarras do quo em caroline

o álbum rock till you drop, de 1991, é uma interessante produção de rossi que faz lembrar os velhos tempos da banda e serve pra comemorar os seus 25 anos, ou seja, tendo como base 1965, ano em que rossi e parfitt se conheceram.


ouvia-se dizer muita coisa sobre artistas do rock, lá pelos idos de 1960, 1970 e, até, 1980, tempos pobres em comunicação. muitas estórias eram contadas através de revistas especializadas.diz a lenda que a banda cumpria um ritual singular como batismo dos integrantes novos do grupo. para que o novo músico ficasse inteiramente à vontade, todos se reuniam e praticavam masturbação coletiva. uau, que puta lenda!!!


ouça!!! ... in the army now

hoje sua formação corresponde a, francis rossi/1962, rick parfitt/1965, andy bown/1973, john "rhino" edwards/1985 e matt letley/2000. sempre liderada pela dupla de guitarristas cantores, a banda segue sob um costume antigo: o ano inteiro, pé na estrada, dezembro é reservado para turnê na inglaterra.
dois vídeoclipes absolutamente incríveis, cujo toque expõe a verdade e o mais notável elemento da quo, a guitarra, e o espírito dos beach boys, o vozeirio, é o prêmio que o rebloggando recebeu, e divide com seus leitores. quem diria!!! trata-se de fun fun fun, um barulho bom, dos donos da prancha. são duas versões. além delas, uma página com tablaturas para guitarra e as letras do quo.
click ... click nos links.


beach boys & status quo
beach boys & status quo
tocando junto, lyrics & guitar tab



em pleno dia mundial do rock, é o que estou escutando.

6 comentários:

Jorge Fortunato disse...


Você é a pessoa mais rock'roll que eu já conheci! Viva o Rock!
beijos

Luciana P. disse...

Lembrei de ti, Re, sei que vc gosta de rock e vi vc no Twitter agora mesmo, daí eu dar uma passada aqui. Teu post tá lindo. Sei que vc não ia esquecer. Beijos!

Sissym disse...

Re, primeiro vc está de parabens com o novo visual do blog, maravilhoso! Adorei!

Sobre Paulo Moura, nada melhor do que ler sobre um genio da musica ouvindo o mesmo tocando. Aos 77 anos nos deixará saudades e principalmente: a memoria de que por aqui viveu!

Mena disse...

Olá,
Vim visitar este teu blogue e gostei muito.
Bj
Mena

brasildobem disse...

E viva o Rock!
Abraços,
Janeisa

Assi Sales disse...

Concordo plenamente com tudo o que você expressou sobre o rock e sobre "brasilidade".
Seu blog é lindo! Sua redação, excelente!
Agradeço, de coração, haver me agraciado com a sua atenção e gentileza(s).
Também possuo um blog voltado à música, mas não chega aos pés do seu, e, confesso, não dou muita assistência a ele (é mais para a minha satisfação pessoal).
Parabéns, gente fina, pelo seu conteúdo enquanto ser humano.

 
Template by Mara*
requeri/2010